A chef de cozinha e fundadora do Favela Orgânica, Regina Tchelly, foi homenageada pelo Shoptime na Semana da Mulher. Confira abaixo a notinha produzida pelo canal sobre a chef:

O Shoptime é formado grande parte por mulheres e celebrar o Dia Internacional da Mulher é muito importante para nós! Aqui celebramos uma semana inteirinha só delas. Mulheres que inspiram, botam a mão na massa, apoiam causas importantes, cuidam da família, se colocam em primeiro lugar e fazem acontecer, mas não pense que elas estão longe e inalcançáveis.

Pode ser você, podem ser pessoas que estão no seu dia-a-dia e você se quer percebe. Por isso, trouxemos histórias pouco conhecidas de mulheres fortes que você talvez conheça, para inspirar e empoderar cada vez mais as mulheres. A mudança começa em nós, só assim conseguimos influenciar mais pessoas para mudar o mundo, pouco a pouco.

Se você nunca ouviu falar nesse nome até agora, a Semana da Mulher talvez seja o melhor momento para conhecê-la. Afinal, não é todo dia que uma jovem mulher sai de Serraria, cidade no interior da Paraíba, para se transformar em uma das principais empreendedoras sociais do Brasil e do Mundo. Ela chegou ao Rio de Janeiro com 19 anos, em busca de uma vida melhor.

Morando no Morro da Babilônia, no Leme, começou a trabalhar como empregada doméstica em residências da zona sul carioca. Essa história poderia ser apenas mais uma, mas foi reescrita quando Regina se deparou com uma realidade dura: o desperdício de alimentos, principalmente em feiras de rua. A partir de então, ela passou a recolher as comidas esquecidas e criar receitas com produtos que seriam jogados no lixo.

Em 2011, na casa da própria Regina, surgiu o Favela Orgânica, uma oficina para ensinar às pessoas como aproveitar ao máximo os alimentos, da horta até o momento do descarte. O projeto cresceu, já realizou oficinas e palestras em mais de 10 Estados e em países como França, Itália e Uruguai.

Além de reduzir o desperdício e ajudar pessoas e o mundo, Regina Tchelly é um exemplo de poder e perseverança. Não somente para mulheres, mas para toda a sociedade.

Comentários

comentários